Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Este amor 03

Reedição

A vida com um sonho se parece
Se dormes, acordado, tu quem vais,
Um dia, qualquer dia, tu adormeces,
Porém, nem sonhas nem acordas mais.

O criador te deu cinco sentidos
Para compreender magnificência,
Para não destruir que não é teu
Ainda ganhaste tua inteligência.

A tua inteligência é fator,
Mas tantas vezes foi sim esquecida
Movida pelo ódio e despudor...

E sem honrá-la tiras uma vida.
Mata alguém que sonhava com amor,
Que morreu sem prazer, tê-la vivida.



08/08/2015 09:21 - Jacó Filho
Magnífico e com suas digitais... Parabéns! E que Deus nos abençoe e nos ilumine... Sempre...

01/08/2015 00:54 - Aila Brito
Espetacular! Que bela mensagem! Um soneto reflexivo e primoroso. AMEI. (Trovador, adorei tua interação. Agradeceria, se postasse aqui em tua página, para ajudar nossa amiga Diná - Ela precisa de autores e de poemas. Apenas uma pequeníssima correção, no segundo verso da primeira estrofe, na palavra 'desAponto'). Recupere-se, logo! Você faz falta. - Continuarei a leitura amanhã. BOA NOITE! Abração.

31/07/2015 06:15 - Jeane Diogo
Aplausos, Miro! Muitos aplausos! Soneto maravilhoso, profundo e reflexivo,meu amigo! É muito bom te ver poetando assim tão lindamente! Beijos no coração. Fica com Deus, sempre! Agradeço sua bela interação em minha trova "AMAR É...(5). Colocou beleza na pagina e me fez feliz! Tenha um bom dia, amigo lindão.

31/07/2015 02:10 - Meire Perola Santos
Fantástico maravilhoso amei

30/07/2015 18:46 - Lydiene Maryen
É tão abrangente este "matar"; existe muitas formas de matar. Há também aquele que mata o sonho, mata a busca de ser feliz.. ah! são tantas as formas e todas as suas nuances são inúmeras. Um soneto que nos chama a atenção para que pisemos devagar para nem a grama maltratar. Aqui em reflexão fico. Gratíssima por suas amáveis visitas. Amei! Carinhosamente beijos mil-Ly.

30/07/2015 16:15 - Sonia de Fátima Machado Silva
Oi Trovador, boa tarde. Li no face e releio aqui com um prazer enorme e ficar refletindo mais uma vez em como o ser humano complica tanto as coisas. O amor deveria ser algo tão simples e no entanto fazemos loucuras por ele, inclusive matar. Deus nos deu tanto como disseste, a inteligência por exemplo e, no entanto nos fazemos de burros com relação ao amor. enfim... Parabéns pelo soneto e pela série. Adorei plenamente. Beijos e até...

29/07/2015 18:48 - Miguel Jacó
Boa noite trovador, teus versos enredam o homem e a sua complexa natureza com profunda veemência, parabéns pelo redundante soneto, um abraço, MJ.

 
Trovador das Alterosas
Enviado por Trovador das Alterosas em 07/10/2019
Reeditado em 07/10/2019
Código do texto: T6763157
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Trovador das Alterosas
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
2550 textos (109038 leituras)
23 áudios (2500 audições)
2 e-livros (545 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/11/19 21:14)
Trovador das Alterosas