Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Livro de paz

No vértice que adestram os tons,
Derivando o contar servil dos atos,
Mesmo os sentimentos os dons,
O silencio dos silêncios gratos.

Livro de paz que se fazem cativas,
Os olhos que o tudo se vivas,
As palavras como quem sentes,
Apascentamos os seus veementes.

O sol que não sortilégios os faças,
Como a amor que tudo santas graças,
Em mesmo o tormento que o são.

A correr como mudar de estação,
Maestro de vozes como as interiores,
Mesmo o sono que se vão visadores.
Gumer Navarro
Enviado por Gumer Navarro em 11/09/2019
Código do texto: T6742659
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gumer Navarro
São Paulo - São Paulo - Brasil, 36 anos
1251 textos (4456 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/09/19 02:35)
Gumer Navarro