Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONETO - Minha casa, minha morte - 22.04.2019 (PRL)
 
 
 
SONETO – Minha casa, minha morte! – 22.04.2019 (PRL)
 
 
 
 
O caminho do pobre é sempre espesso,
Eivado em cerca em rude indiferença,
Nos novos tempos, segue firme a crença,
De que essa vida o virou pelo avesso...
 
Do emprego só saudade e desencanto,
Em pranto triste e sem nova esperança,
Lembra da fé que lhe acoberta o manto,
Ao labutar com toda temperança...
 
É sempre assim, poucos levam a sorte,
De enveredar por solo progressista,
Mas na falta de bens, resta a franqueza...
 
Pra sua mesa, não houve conquista,
Ao mourejar vivendo na pobreza,
A sua casa em vida... só pós morte.

 
SilvaGusmão

Foto: Internet/GOOGLE


11/09/19 12:35 - Gualberto Marques, grande poeta, mandou-nos essa bela interação...muito grato.

Com o Passado no Presente, vamos construindo o Futuro

 Como octogenário mundano
Vejo que assim fui criando ilusões
Com esperança e algum engano

Fui tomando as minhas decisões.

Muitas vezes mal nos conhecemos?
Mas numa pueril ingenuidade,
Com tal paixão? nos comprometemos,

Que nos aliamos à fatalidade.

Após vários anos de ralação,
Pensei: - Com tempo, ela vai mudar?
Tal suposição, foi só ilusão.

 
Nem Ela nem Ele, quis abdicar.
Passado ou Presente, é a questão?

Com AMOR, nada havia pra renunciar.
                                                         
   Com fraterno abraço me despeço desejando-lhe ótimo fim-de-semana
com Saúde e boa disposição. Que Deus ajude a tomarmos as boas
resoluções.   G. Marques

 
12/09/19 09:53 - Jacó Filho interagiu lindamente, muito grato:

Os direitos dos nascidos,
São iguais ante a lei,
Mas sei que receberei,
Depois que tiver morrido...

 
 Parabéns! E que Deus nos abençoe e nos
ilumine... Sempre...

 
ansilgus
Enviado por ansilgus em 11/09/2019
Reeditado em 12/09/2019
Código do texto: T6742356
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ansilgus
Recife - Pernambuco - Brasil
1648 textos (331827 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/11/19 20:54)
ansilgus