Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor adolescente

Porque defronte dela estou calado
Um nervosismo frio se me arrefece:
-Olha que tu não dás para isso! esquece!
Nó na garganta! gigantesco fado.

Dos olhos dela, seu olhar pesado
Atado sobre mim que me emudece;
E quanto ao olhar meu, o que lhe oferece?
-Assombro e agonia, em compilado.

Ideias desconcertadas em vaivém,
Pensamento a levar do nada ao nada.
Nas vezes em que a fala não convém,

Escreve, exterioriza a alma, que cada
Verso é um alívio do pesar que tem
O peso da palavra não falada.
Erculino Costela
Enviado por Erculino Costela em 12/08/2019
Reeditado em 12/08/2019
Código do texto: T6718532
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Erculino Costela
Itapetininga - São Paulo - Brasil, 39 anos
2 textos (35 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/08/20 22:41)