Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Surto

Rompeu então silenciosa a explosão
Repentina. Vinda da multidão
Esganado-me pela consequência
Pálida das lidas sem coerência

Canibaliza-me a alma em insistência
Gente do dia a dia, essa frequência
De dar minha vida à exaustão
A causas frias em significação

Para o que mais desprezo perdi tempo
Minha alma finalmente, e por fim tudo
E ao chegar em casa, essa explosão

Infinda, ecoada no movimento
Do coração que aqui chegara mudo
Eclode em violenta erupção
Anac Rocha
Enviado por Anac Rocha em 15/05/2019
Reeditado em 18/05/2019
Código do texto: T6647923
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Anac Rocha
Limoeiro - Pernambuco - Brasil, 31 anos
23 textos (346 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/07/19 19:47)
Anac Rocha