Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto polimétrico XLI



Quantos sonhos destruídos!... Desamor e egoísmo
margeiam a estrada da vida neste mundo cruel...
Quantos passos se perderam, em profundo abismo,
mesmo sempre procurando alcançar o céu.

Não é desencanto o real tormento da alma
que se constrange em viver tão dualistamente,
perdida entre o gritar e o sofrer calma
todas as tempestades da melhor sorte ausente.

Mas quem há de parar no meio do caminho,
para retornar a um outro princípio de tudo,
se assim bem o pudesse fazer, sozinho?

Medo, dúvidas, incertezas... tudo vaga n’alma humana
que interroga ao seu destino, cego, surdo e mudo,
o quanto ainda vale a sua verdade insana...

Cláudio Carvalho Fernandes
Enviado por Cláudio Carvalho Fernandes em 17/04/2007
Código do texto: T452602
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Cláudio Carvalho Fernandes
Teresina - Piauí - Brasil, 55 anos
190 textos (4215 leituras)
20 áudios (858 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/01/20 19:42)
Cláudio Carvalho Fernandes