Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto polimétrico XXXIX



O teu corpo, delírio do meu pensamento,
fonte de prazer e ilusão de amor.
O teu corpo, para mim, é vida e tormento,
mas também felicidade, disfarçada em dor.

Quisera eu tê-lo comigo, em tais anseios
de conquistá-lo  com o fogo de meus desejos
e sentindo a volúpia divina em teus seios,
acender-lhes mais a chama de vida com mil beijos.

O teu corpo, mistério de encantos tamanhos,
maiores que o pensamento pode querer ao desejar.
No teu ventre uma vida de sonhos estranhos

me faz sentir um felicidade única, singular.
Tudo em ti, seios doces, lábios, olhos castanhos,
mesmo na ilusão me falam da beleza de amar...


Cláudio Carvalho Fernandes
Enviado por Cláudio Carvalho Fernandes em 16/04/2007
Código do texto: T451289
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Cláudio Carvalho Fernandes
Teresina - Piauí - Brasil, 55 anos
182 textos (4103 leituras)
20 áudios (840 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/01/20 22:51)
Cláudio Carvalho Fernandes