Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

As glórias passadas

Do peito alongado,
O grito de fúria;
Minha grande injúria
Se faz escutar.

E o homem vexado,
Com a espada ao lado
Cravada no chão,
Sem ser sepultado
Se vai o soldado
Morto qual um cão.

É minha a glória
Que fica na história,
A grande vitória:
Como sei vencer!
Mas o tempo passa
Deixando de jaça
A falha memória
Que faz esquecer.
Erculino Costela
Enviado por Erculino Costela em 12/08/2019
Código do texto: T6718575
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Erculino Costela
Itapetininga - São Paulo - Brasil, 39 anos
2 textos (35 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/08/20 22:50)