Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O empresário e o proletário

Um dia, eu estava conversando e reclamando do meu trabalho com uma amiga,ao acaso,ela disse-me algo que me fez refletir sobre o empresário e o proletário.
Que nós trabalhadores somos explorados pelos empregadores,a gente trabalha para receber no fim do mês, uma miséria de salário,ainda com vários descontos que do valor bruto que já é pouco, fica o valor líquido na folha de pagamento que é menor ainda.
Os pobres trabalham para enriquecer o bolso dos ricos,os ricos ganham em cima do trabalho dos pobres ,ou seja,a burguesia e o proletariado.
O empresário não se importa, se o trabalhador está doente, se faltou e logo desconta do salário do mesmo,ou até mesmo se o trabalhador morrer,tanto faz,o empresário logo contrata outro e coloca no lugar, sendo assim,substituindo-o na empresa.
Nós funcionários somos apenas números seja números pares ou ímpares que só somos pagos para fazer nosso mísero trabalho e,diga-se de passagem, muito  mal pagos, sem sequer, levar nenhum crédito ou consideração do empresário, o qual pensa apenas em seu lucro no fim do mês.
Quanto mais, nós  trabalhadores damos nosso sangue pela empresa para receber uma merreca ,a exigência em relação ao nosso trabalho é  ainda maior e o empresário enriquece, ainda mais,muito mais, as nossas custas, essa é a consequência do capitalismo, esse sistema do dinheiro, o trabalho em troca de dinheiro ,por isso, existe tanta desigualdade social por aí ,muita gente passando fome, enquanto muitos tem bastante, outros tem pouco ou não tem nada
É isso e entre tantas outras coisas que eu passei a refletir sobre o capitalismo e o empresário que faz os funcionários serem apenas números, digamos assim, do jogo matemático de sua empresa exploradora.

Autor: Wilhans Lima Mickosz
Wilhans Mickosz
Enviado por Wilhans Mickosz em 13/07/2019
Código do texto: T6694886
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wilhans Mickosz
São Paulo - São Paulo - Brasil, 29 anos
76 textos (583 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/09/19 15:28)
Wilhans Mickosz