Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poesia da graça

A TUA GRAÇA

Ainda que o sol não brilhe
E a flor do campo não nasça
Ainda que venham trevas
A tua graça me basta.

Ainda que os ventos uivem
E soprem em outra direção
Vivo estarei, por tua graça!
Dentro do meu coração.

Ainda que as tempestades
Venham no barco da vida
A tua graça me basta
E sara toda ferida.

Everaldo Nascimento
Do livro de poesias: "QUADRAS DA VIDA"

Everaldo Nascimento
Enviado por Everaldo Nascimento em 31/07/2020
Código do texto: T7022280
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Everaldo Nascimento
Manaus - Amazonas - Brasil, 52 anos
169 textos (5504 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/20 21:58)
Everaldo Nascimento