Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A danada da Covid



Todos os dias estamos vendo, muitas pessoas morrendo
Não sabemos definir, o tanto que já sofremos
Por sepultarmos conhecidos e amigos que perdemos
Com esta triste pandemia, que mata mais que veneno


Em quase todos os lares, já aconteceu assim
A covid 19 matando até aos confim
Ficando filhos sem pai, em um lamento e enfim
Restando apenas esperar que isto chegue ao fim



Hoje estamos esperando, a vacina para imunizar
Porém muitos sequer sabem, se para eles irá chegar
Com tantos rolos existentes, deixando o povo a esperar
Vai crescendo neles a dúvida, se chegarão a vacinar



O medo vai aumentando, assustando a humanidade
Nestes dias de espera para encontrar a imunidade
Já muitos estão sofrendo do mal da ansiedade
Outros tentando buscar, abrigo em outra cidade



Mas de nada adianta a praga está alastrada
E por mais que se esconda, ela passa na estrada
Mesmo ficando em casa, não pondo o pé na calçada
Corre o risco de pegar, esta covid é danada



Já tivemos em alguma época, outras pestes, mais havia
Disposição das pessoas em suportar a agonia
E com fé iam buscar, coisas que a dor alivia
Tomavam chá de raízes, se banhavam na água fria



Com sabedoria humana vinda dos antepassados
Achavam na natureza, remédio por todo lado
Faziam as garrafadas, bebiam com bolo assado
E com saúde e coragem iam plantar o roçado



Tudo agora é diferente, com tanto remédio caro
Acreditam que com isto possam ser imunizado
Deixam de usufruir, os métodos lá do passado
Que apenas com chazinho, o povo era curado.
(Lbxavier)
09-04-2021


Imagem do Google
 
Lindalva Borba
Enviado por Lindalva Borba em 09/04/2021
Código do texto: T7228151
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre a autora
Lindalva Borba
Goiânia - Goiás - Brasil, 71 anos
835 textos (23570 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/05/21 15:08)
Lindalva Borba