Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Inerte Solitário Despertar

Aquele que acordou, percebeu a solitária gota cristalina na teia do sonho escorrendo no fio da ilusão enodada em seus anseios ao percorrer o sutil trajeto. A gota vagarosamente se desprendia dela mesma deixando inúmeras partículas, gotículas de si, enquanto se desfazia tornando-se cada vez mais obsoleta e pequenina. Suas partículas ao se desprenderem tornaram-se gotículas inertes, reluzindo a luz dos raios solares em suas transparências. A gota serena, molhada e pequena, desprendida de si mesma, sem um único vínculo ao fio que a prendia no seu desenrolar, transpôs a sórdida teia do sonhar. Indiferente aos desejos apaixonantes de sua ânsia, nem partículas, nem gotículas no sonho tear lhe pertencia. A gota que nada possuía nos fios das ilusões, não se afligiu ao se perder em sua decida trajetória, serena se multiplicou inerte ao se enrolar na teia do sonho. Desprendida de sua vaidosa multiplicidade evaporou-se em solitárias partículas de si mesma, abandonando os pesados empecilhos gravitacionais do desenrolar, para leve flutuar no evaporar superior, retornando ao tudo do nada daquele que na doce manhã de sol no cotidiano fio da ilusão solitário aracnídeo teocentrista despertou.
Jp Santsil
Enviado por Jp Santsil em 24/07/2018
Código do texto: T6399352
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jp Santsil
Ness Zyonna - Central District - Israel, 38 anos
63 textos (470 leituras)
3 áudios (35 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/10/19 08:30)
Jp Santsil