Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fechado para balanço



Fechei meu coração para balanço 
Vou dar um tempo pra ele, anda cansado e sofrido.
Viveu tantas emoções e desilusões 
Todas deságuam sobre esse  pobre órgão, que é vital a nossa vida.
Coração órgão vital
Coração das emoções 
Coração que bate por outro coração 
Precisa viver em paz.

Para voltar a bater no seu compasso normal 
Faço ele sofrer,
Quando não dou ouvidos a razão 
Descobri que para ter equilíbrio emocional,
o coração e razão devem dar as mãos. 
Assim conseguiremos amar sem sofrer.
E sem sobrecarregar esse pobre instrumento de Deus.

O cérebro à razão 
O amor ao coração 

Caminhando lado à lado 
Todos ficarão felizes e em paz.
Daí dei esse tempo
Ele está se fortalecendo 
Dos embates que viveu
Foram tantas adrenalinas
Que o coitado sofreu 
Batia fora do ritmo
No compasso da taquicardia 
Mesmo que tardiamente 
Vou dar-lhe umas férias 
Sem viver emoções fortes 
Sem apaixonar-se
Assim não irão experimentar 
Sentimentos que não foram
passados pela peneira da razão.

Quero paz para meu coração
A cabeça precisa de tempo

Juntos viajaram de férias para uma ilha paradisíaca, de seus sonhos.
Curtindo uma rede,
Tomando água de coco
Fazendo caminhada na praia
E lendo muita poesia...


By Claudia Florindo Corrêa
25/10/17
Claudia Florindo Corrêa
Enviado por Claudia Florindo Corrêa em 26/02/2018
Código do texto: T6264889
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Claudia Florindo Corrêa
Mangaratiba - Rio de Janeiro - Brasil, 49 anos
264 textos (3817 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/11/19 18:55)
Claudia Florindo Corrêa