Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poeta Delirante

Melhor ser quem se deseja
do que aquele
que o mundo quer que eu seja!!!
Nesta viagem
melhor curtir a paisagem
do que dormir como a maioria,
melhor compor a poesia
dizendo que me encontro
aqui em São Paulo...
é aqui que me encontro!!!
A viagem não cansa
o equilíbrio da balança
pode ser encontrado,
a impensável superação do passado;
acho que me encontro mesmo
é aqui em São Paulo!!!
Na imensa Catedral da Sé
contemplo o templo mais que perfeito
em meu íntimo,
Deus em estado ínfimo
o profano em meio ao sacro,
o micro no macro...
Sou hieróglifo insinuante,
poeta delirante,
gênio trancafiado
dentro de mim!!!
Sou o desprezado Aladdin
em sobrevoo suave
sobre o mega show do BTS
sou aquele amigo do  Hesse
que incorporou Sidarta,
sou contemporâneo de Esparta
sou a espada e seu manejo...
é assim que me vejo,
um resumo das encarnações
das infindáveis transformações!!!
Assim, aqui em São Paulo,
em possibilidades infinitas
escolhi a mais bonita...
ARMYs e suas roupas
numa ponte muito louca
em plena LIBERDADE!!!
Bernardo Maciel
Enviado por Bernardo Maciel em 14/08/2019
Código do texto: T6720038
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Bernardo Maciel
Santa Vitória - Minas Gerais - Brasil, 48 anos
596 textos (19666 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/09/19 11:15)
Bernardo Maciel