Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mil Destinos

                              Após o canto da poesia
                            A vida dançava em rodeios
                          A colheita da noite, eram flores
                     Verdes ramos tocadas pela madrugada.

                           Instante de imortal beleza
                   Sentia-se a pureza do verso submerso
                   Em rimas que não cessavam de suavizar
                         A benigna sensação de voar.

                            O céu abre-se em cores
                  O ressoar das harpas de longe se ouvia
                    Alegrias se dispersavam e se moviam
                      Corações sensíveis se comoviam.

                     Vida que se quebra em mil destinos
                       Felicidade eterna seria desatino
               Centenas de momentos para amar e sonhar
                     Viver dentro do sonho é peregrinar.


                Brilhante interação do poeta, mestre, Jacó Filho.
                Grata e honrada, mestre Jacó.

                            Já vivi entre dois mundos,
                            No astral foi sempre leve,
                            Pois minh'alma se atreve,
                            Viver os sonhos a fundo.
   
Verdana Verdannis
Enviado por Verdana Verdannis em 28/01/2019
Reeditado em 22/05/2019
Código do texto: T6561743
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Verdana Verdannis
Fortaleza - Ceará - Brasil
323 textos (26202 leituras)
46 áudios (2341 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/09/19 17:57)
Verdana Verdannis