Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Rompa com os laços.

As coisa mais estranha dessa vida,
ainda continua martelando em minha mente.
"O que é a vida? e por que é tão efêmera?"

Juventude estranha e resignada.
Muitas vezes ansioso
para encerrar com minha própria vida.
Tarde em casa
escondendo o choro.
"Quem não tem amigos,
não tem nada".

Mas os laços foram rompidos,
de forma inesperada.
Apenas quando pensei que duraria
a amizade estava acabada.
Não há ninguém que fique,
todos vão, ninguém permanece.

A vida não tem sentido algum,
vivemos por sobreviver
até que possamos morrer.
Como se nunca houvéssemos existido
e o mundo continua girando
sem saber quem nós fomos.

Eu nunca encontrei o amor,
e nunca estive em paz com minha mente.
Desesperado por contato.
mas ainda assim desprezando os laços que prendem.
Não há mal em querer ir embora.
O mundo é o próprio inferno, as vezes...

Eu estou muito feliz
por amadurecer
e deixar pra trás esses tempos horríveis.
Não era vida, nem juventude.
Eu vou deixar tudo para trás
e ser muito grato por isso.

Brandente
Enviado por Brandente em 22/09/2019
Código do texto: T6750786
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Brandente
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 19 anos
434 textos (11100 leituras)
3 áudios (117 audições)
1 e-livros (42 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/07/20 10:46)
Brandente