Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Olhos da Alma

De Jose Borges/

E na hora do descanso do corpo,
Que mesmo com os olhos fechados,
Enxergamos os sonhos com os
Olhos da Alma

Suavemente despertamos num
Mundo de desejos fora do corpo
Onde tudo e magico e encantador
Ate mesmo os medos criados pelo
Coração

Foi numa destas viagens chamadas de
Sonho que acordei, querendo entender.

As lagrimas que nascem de meus olhos
Todas as vezes que penso em você

Ainda sonolento e confuso, se era.
Sonho ou realidade procurei minha
Alma !

Mas ela estava entristecida ao
Lado do meu coração que em
Soluços estava chorando!

Às vezes por estarmos fragilizados
Nossos sentimentos se tornam...
Vulneráveis a falsas promessas de
Felicidade

Onde alguns amores ferem
Por serem feito de Fumaça e
Mentiras

Assim como fere os pez
Caminhar em grãos de
Areias quentes... Sobre
O sol do deserto

As Ilusões surgem...
Trazendo sombra e
Água fresca em um
Oásis, aparentemente.
Perfeito!!!

Autoria: Jose Borges da Silva Filho
Poetahdasletras
12/09/2012
Poetahdasletras
Enviado por Poetahdasletras em 12/09/2012
Reeditado em 04/12/2013
Código do texto: T3878830
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Poetahdasletras
São Paulo - São Paulo - Brasil, 60 anos
1904 textos (30730 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/01/20 18:59)
Poetahdasletras