Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Recordação

Hoje sei que não errei
Ao te viver como um louco.
Pra amanhã não te deixei,
Amor é um bicho solto

(Ainda mais entre os ‘Livres
Espíritos’ como nós).
A semente de tu ires
Floresceu em tua voz

Naquele vento do mar
Deitados na areia fria.
Nós sempre a nos comparar
Em tudo que acontecia...

Éramos iguais toda hora
Nossa igualdade ia além
Quando você foi embora
(Em movimento espelhado)
Eu fui embora também
Lá ficou céu estrelado,
No chão deitados, ninguém.
Carlos Pinheiro
Enviado por Carlos Pinheiro em 24/08/2019
Reeditado em 11/10/2019
Código do texto: T6727955
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Carlos Pinheiro). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlos Pinheiro
Russas - Ceará - Brasil, 33 anos
41 textos (848 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/11/19 00:43)