Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
SIMPLESMENTE RECORDAÇÕES

Meu Amor
Lembro-me da primeira vez em que te vi
Colhendo flores no jardim
Cantavas uma melodia muito triste
Revelando melancolias e saudades
Como as endechas de um canário solitário
 
Tua voz era tão terna e suave
Que se confundia com os cantos dos pardais
E ecoava pelo espaço num leve suspiro de vibração
Envolvendo-me numa onda de indefinível encanto e alegria
 
Até o dia tornou-se mais claro!
 
Minha velha
Lembro-me que eras tão bela, tão meiga e tão sincera
Que para homenageá-la o mar deu suas pérolas
A terra o seu ouro, os jardins suas flores e os homens seus amores
Para adorná-la, para vesti-la e para fazê-la mais preciosa
 
Agora meu Talismã
Que nos encontramos no crepúsculo da vida
Tudo que quero é acariciar teus cabelos brancos
E lembrá-la que mesmo na velhice continuas tão bela
E que sempre serás, meu eterno e grande Amor
Jp Santsil
Enviado por Jp Santsil em 27/05/2017
Código do texto: T6010611
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jp Santsil
Ness Zyonna - Central District - Israel, 39 anos
64 textos (506 leituras)
3 áudios (36 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/11/19 17:52)
Jp Santsil