Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quem mandou inventar o adeus...

Um adeus que nunca termina
A palavra até a tua boca desola
É um fim a história de adeus findar

Odeio pelo adeus zelar
O honesto elo de nobre
Dizendo adeus me poupe ou sobre
Muito do invento fazendo meu adeus terminar

Quero o adeus
Que deus me deu
O destino de dar



Embora seja uma palavra que me deixa
O adeus nunca vai ser deixado pra lá


Nem na noite o sopro gela
Venha da promessa gerada espero


Que com tal lhe digo adeus
A palavra e um até logo
A quem mandou o adeus começar..

Á alma é barata
Enviado por Á alma é barata em 12/10/2010
Código do texto: T2552939

Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Á alma é barata
Suzano - São Paulo - Brasil, 33 anos
162 textos (4867 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/19 16:24)
Á alma é barata