Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DÁ-ME O MANÁ (o presente) DE CADA DIA

O passado é uma carroça pesada presa nos ombros...
para os que não conseguem deixá-lo.

O futuro é abismo de mistério...
para quem tem receio de avançar

Agora o presente é um presente...
para os que vivem,
cujo motivo
é de estarem apenas vivos.

O presente é o dia que o Senhor fez
Alegremo-nos nele
O pão de ontem já foi evacuado
O pão do amanhã não temos certeza do sabor
Então degustemos e saboreemos o pão de hoje
que nós vemos e conseguimos apalpar.

O presente é o maná do céu
trazido pelos anjos
- perecível -
que se vence no mesmo dia.

O pão de hoje não se pode comer amanhã;
e o amanhã que será logo o presente
não se poderá comer o pão que foi de ontem;
o qual não será mais o presente, pois já se terá passado;
e o que se guarda para o amanhã será ilusão,
porque os bichos os comerão.

Do pão dos anjos, por nós é aprendido...
O maná se é comido no mesmo dia
E o presente é vivido hoje.


"E disse-lhes Moisés: Ninguém deixe dele para amanhã.
Eles, porém, não deram ouvidos a Moisés, antes alguns deles
deixaram dele para o dia seguinte; e criou bichos, e cheirava mal;
por isso indignou-se Moisés contra eles."
Êxodo 16:19,20

 

Nota: O maná que caiu no deserto ensina-nos a não trazer
as preocupações de ontem para o hoje e nem reservar 
aquelas para o amanhã.
Fiz um pensamento, O homem é a máquina do tempo,
sobre esse assunto. Se caso interessar.
 
JESE FERREIRA poesias
Enviado por JESE FERREIRA poesias em 06/06/2019
Reeditado em 21/06/2019
Código do texto: T6666208
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
JESE FERREIRA poesias
Bebedouro - São Paulo - Brasil, 39 anos
190 textos (9247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/07/20 06:30)
JESE FERREIRA poesias