Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Parodiando Lá Fontaine

Parodiando La Fontaine
                                                                                                                                 
Afinal se lá Fontaine ressuscitasse,
No século vinte e um da actualidade,
Se fosse sincero e reconsiderasse!
E então a escrever fábulas voltasse,
Escreveria de hoje a realidade!
 
Porque as cigarras de hoje evoluíram,
Mas as formigas não se actualizaram,
Hoje as cigarras na vida subiram!
E pelo seu cantar todos suspiram,
E que ricos contratos ganharam!
 
São bem pagas pelo seu cantar,
Cantam no inverno e no estio,
Viajam em limusina para trabalhar!
As contas no banco sempre a aumentar,
Não precisam pedir à formiga no frio!
 
Vestem-se nos grandes costureiros,
E à formiga oferecem o celeiro de grão,
Cantam em muitos salões altaneiros!
Tem contratos milionários verdadeiros,
A pobre formiga continua vivendo no chão!
 
Estas cigarras podem tudo esbanjar,
Mesmo pagando impostos pesados,
Oferece aos amigos lauto e bom jantar!
Mas para isso nem precisa de se preocupar,
Porque o seu cantar é sempre bem facturado!

J. Rodrigues (Galeano)

Galeano
Enviado por Galeano em 25/03/2019
Código do texto: T6607057
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Galeano
Portugal, 83 anos
684 textos (112520 leituras)
14 áudios (2011 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/19 23:07)
Galeano