Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nossa Senhora dos Separados

Minha mãe, mãe de Jesus.
Venho de um lar desfeito,
onde, agora, há desespero
dor e solidão.
Quero pedir a graça
de um recomeço,
sem levar em conta o meu tropeço
que culminou nessa separação.
Ajuda-me, ó Maria,
que pela graça de Deus,
algum dia, eu possa renascer...
Sem o medo da partilha,
sem o medo de ser família,
sem o medo de florescer.
Alivia a dor dos filhos,
devolva a eles o brilho
e a alegria de viver...
Mãe, concede, hoje, a brisa
do entendimento
ao lar, outrora, substituído
pelas garras do sofrimento.
Que eu possa entender
que, se um dia não deu certo,
em outro canto,
poderá de novo,
a alegria acontecer.
E perdoado o erro,
outrora cometido,
lavado o coração
e não mais perdido,
eu me veja orientado
por suas maternas mãos.
Amém!


LUCIANO AUGUSTO
Enviado por LUCIANO AUGUSTO em 21/06/2012
Código do texto: T3737291
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
LUCIANO AUGUSTO
Goiânia - Goiás - Brasil, 49 anos
232 textos (18069 leituras)
2 e-livros (1472 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/01/20 01:55)
LUCIANO AUGUSTO