Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Devagar eu vou mudando (Para meu amigo Mauro Marques)

Vou, devagar, mudando.
Tirando o que não presta.
Vou me conhecendo,
lentamente vencendo,
aparando arestas.

Quero ser bem melhor
do que antes fui
e vou limpando o ar,
meu coração, meu lar
das coisas que polui.

A duras penas
obra pequena se constrói.
Vencer, amigo, é preciso.
Crescer, amigo, dói.

Mas como não
queimar no fogo dessa chama?
Porque livrar-se do inútil
do que aprisiona, do que é fútil,
põe-nos a prova
e nos descama.
LUCIANO AUGUSTO
Enviado por LUCIANO AUGUSTO em 01/06/2012
Reeditado em 01/06/2012
Código do texto: T3700810
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
LUCIANO AUGUSTO
Goiânia - Goiás - Brasil, 49 anos
232 textos (18078 leituras)
2 e-livros (1472 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/01/20 17:01)
LUCIANO AUGUSTO