Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MULHER - DEIXE A MULHER ELA NÃO É OBJETO


Deixe a mulher viver em paz
Se a mulher não te satisfaz
Se tu tens a mulher como objeto
Deixe-a viver em paz, homem você é um incapaz.

O silencio da mulher é um choro contido
A mulher obedece sofre com o coração
Mas, clama e pede sempre socorro, uma solução
Perdida na imensidão, com medo da repreensão.

A mulher deseja um abraço com carinho
O que encontra é rejeição
Fecha os olhos e sente bater seu coração
Um grito ecoa no ar... Está com medo!

Com medo de se levantar, desejando gritar
Gritar ao mundo para ele a deixar e a soltar
Nada diz nada que importa, é julgada,
Durante anos com medo, cala-se!

Medo de se arrepender, talvez!
Desafio da própria vida, sempre foi assim...
Proibida de amar, é mulher, por ser mulher é condenada,
Basta ser mulher, para ser julgada como perdida.

A mulher  ameaçada começa a gritar
Mulher deseja fugir, um grito de pavor
Ele está a agredir, que horror!
Ele ameaça e a empurra uma luta desigual.

O homem covarde a persegue e a mata
Esse homem é um infeliz, vamos dar um basta
Vamos falar, vamos ao mundo gritar
Chega não dá mais, vamos denunciar.

Vamos MULHER lutar pela igualdade
Vamos ter a nossa privacidade,
Chega de tanta crueldade e maldade
Vamos lutar pela paz e liberdade.


Poeta: Gracinda Rodrigues Cordeiro
Todos os Direitos Autorais
Gracinda Rodrigues
Enviado por Gracinda Rodrigues em 10/11/2019
Código do texto: T6791704
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Gracinda Rodrigues
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 70 anos
192 textos (2604 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/19 15:41)
Gracinda Rodrigues

Site do Escritor