Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
ICEBERG HUMANO
 
Rosimeire Leal da Motta Piredda
 
(Sou uma pessoa muito sensível e muitos me magoam ser perceber e a timidez não me permite dizer o que sinto...)
 
Sou um bloco flutuante deprimido,
desprendido de geleiras polares.
Apresento-me de forma pontiaguda,
uma estátua gelada errante.
Sou um perigo para a navegação,
pois, amargurada, não vejo o que há em minha frente.
Por influência do ar atmosférico,
derreto-me em lágrimas, lentamente.
Devido ao trabalho erosivo das ondas,
das indecisões, dos temores, das tristezas,
mudo frequentemente de posição.
Iceberg humano, frio nas aparências,
porém, dentro do peito o coração arde!
 
_____________________________________________________
 Esta poesia faz parte do livro:
• Livro "EU Poético" - Editora CBJE - Rio de Janeiro - Brasil - Agosto/ 2007 - Autora – Rosimeire Leal da Motta Piredda.

_____________________________________________________
 Poesia pessoa deprimida. Poesia pessoa reprimida. Poesia pessoa infeliz.  Poemas de tristeza e dor,  Poemas de sofrimento da vida

 
Rosimeire Leal da Motta Piredda
Enviado por Rosimeire Leal da Motta Piredda em 19/08/2019
Código do texto: T6724231
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rosimeire Leal da Motta Piredda
Vila Velha - Espírito Santo - Brasil, 50 anos
146 textos (1868 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/09/19 13:15)
Rosimeire Leal da Motta Piredda