Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Única Lagrima

De José Borges/

Às vezes sinto um vazio de
Sentimentos... Um vazio que
Abraça e sufoca minha alma

Ai bate no peito uma angustia e
Vem o gosto amargo da saudade
Na garganta

Inutilmente busco na memoria
Lembranças felizes que deixaram
Saudades

Mas tudo que consigo e transformar
O gosto amargo que sinto em uma
Única lagrima

Lagrima que vem das dores da
Alma e molham de sentimentos
Á íris dos olhos e revela-me
Feito filme de suspense
Caminhos que de dia e de
Noite abriram-se em minha
Frente e eu não soube escolher

Agora as horas voam
Alheias á minha saudade
Ignoram minha vontade

Agora o tempo passa de
Pressa levando na bagagem
Minha juventude

Hoje eu não tenho mais
O tempo que se passou

Mas tenho todo o tempo
Que se segue e que me
Leva á velhice e á morte!!!

Autoria: José Borges da Silva Filho
Poetahdasletras
22/02/2014
Poetahdasletras
Enviado por Poetahdasletras em 22/02/2014
Reeditado em 23/02/2014
Código do texto: T4702000
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Poetahdasletras
São Paulo - São Paulo - Brasil, 60 anos
1895 textos (30573 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/01/20 22:14)
Poetahdasletras