Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UMA SAUDADE (Caserna)

     UMA SAUDADE (Caserna)

    A doce vida que eu tinha antes
    Ficou agora só em pensamento,
    Tudo era lindo, mas está distante,
    Longínquo tempo passou qual o vento.

     O som distante de um violão plangente,
     Na madrugada tudo é solidão.
     Estou aqui longe da minha gente,
     E à minha amada levo esta canção.

      No silêncio da noite, um vento brando,
      Aves noturnas cantam ao luar.
      Solidão triste, meu Deus, até quando?
      Ai que saudade lá do meu lugar!

       Eclode agora no meu peito triste
       Uma vontade imensa de voltar
       Ao meu lugar onde o amor existe
       De forma linda, vê-se em cada olhar.

       Uma chalana nas águas serenas
       De um grande rio vai a navegar.
       Em Nova Iorque, Paris ou Atenas
       Não é tão bom quanto em meu lugar.

        No internato, intermináveis dias...
        Força viril explode no meu peito.
        Sob o sol forte ou sob a chuva fria,
        Vai o recruta marchando perfeito...
                                     
              Edimar Luz

Edimar Luz
Enviado por Edimar Luz em 21/10/2019
Reeditado em 21/10/2019
Código do texto: T6775795
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edimar Luz
Picos - Piauí - Brasil
786 textos (42657 leituras)
356 áudios (5971 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/19 15:59)
Edimar Luz