Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FOI POR AMOR...

(TEXTO AINDA POR TERMINAR)

Feche a porta e ponha sua mala no corredor,
Senta aqui e não me esconda nada por favor.
Não fique acanhada eu preciso que fale das suas mágoas e da sua dor.
Deixou todo mundo preocupado desde que se foi não escreveu e nem telefonou,
Agora você volta se dizendo arrependida e quer o seu lugar por direito se não vai  a justiça para apanhar o que é seu!
Pode ir eu nem estou aí para o que você quer fazer só não minta e diz a verdade se preciso for,
Conta que você, a sua casa nunca honrou, diz a verdade mesmo que a mesma te deixe envergonhada não seja estúpida não esconda nada.
Pode sim apanhar o que é seu, leve tudo e só deixe o que é meu,
Eu não estou te pedindo que fique só espero que você seja feliz, volte para o lugar que te acolheu pois aqui nada mais é seu.
Quando sair por favor feche a porta,
olhe para trás antes de ir embora e guarde em sua memória essa ingratidão que você tanto ignora.
Quando o amor é puro e verdadeiro,
não machuca o sentimento que foi seu companheiro,
e nem cospe no prato que um dia você comeu.
Doeu sim, quantas lágrimas eu derramei,
Chorei e não nego, mais foi por amor,
Esperei noite e dia na esperança de te vê voltar,
Mas agora, vou dá um tempo, e o que quero é viver a vida que eu tanto sonhei.
Vai, te desejo felicidades,
mais não volte fique bem longe de minha vida,
Esqueça que um dia eu te amei, esqueça que um dia me conheceu.
( rascunho de um texto)

ME AME PROFUNDAMENTE

Toque-me
em teus pensamentos.
Beije-me

em teus sonhos de amor.
Vem possuir-me
como um louco selvagem .
Me ame
me faça sentir-te profundo.
Assim te espero
toda nua, toda tua, vem amor!

_____Nillo Sério.
@poetadobalcao
poetadobalcao
Enviado por poetadobalcao em 01/10/2019
Reeditado em 07/03/2020
Código do texto: T6758282
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
poetadobalcao
Teresópolis - Rio de Janeiro - Brasil
1940 textos (20829 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/20 03:00)
poetadobalcao