Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


POEMA DA MADRUGADA
 Rosimeire Leal da Motta Piredda
  

Zero hora e o sono abandonou-me.
Dificuldade prolongada para dormir.
O silêncio grita na noite.
Abro a janela.
Sobrado, segundo andar.
Um gato caminha pelo telhado, despreocupadamente.
O tic-tac do relógio me pergunta insistentemente:
_ Ainda acordada?
A lua cheia decidiu escrever um poema:
tornou-se mais brilhante.
As nuvens tentaram atrapalhar, encobrindo-a,
mas, logo reapareceu.
As estrelas aproximaram-se.
O vento da madrugada abraçou-me.
Debrucei-me no parapeito.
Contribui com alguns versos:
Minha mente projetou uma imagem,
um cavalheiro com um ponto de interrogação no rosto!
Uma súbita chuva obrigou-me a fechar a janela.
Esbarrei na lista telefônica.
Através do vidro, a lua continuava o poema,
iluminando o telefone.
A compreensão terminou o poema com estes pensamentos:
_“Telefone para ele!”
O motivo da insônia era a saudade.
Adormeci com um propósito.
 


 *************************************************
 Esta poesia faz parte do livro:
Livro "O Cair da Tarde" - Editora CBJE - Rio de Janeiro - Brasil - Julho/ 2012
 *************************************************
 *************************************************
Leia outras poesias do livro O CAIR DA TARDE no link:
https://rosimeirepiredda.wixsite.com/escritora/textos
 *************************************************
Rosimeire Leal da Motta Piredda
Enviado por Rosimeire Leal da Motta Piredda em 06/09/2019
Reeditado em 09/10/2019
Código do texto: T6738439
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rosimeire Leal da Motta Piredda
Vila Velha - Espírito Santo - Brasil, 50 anos
155 textos (2357 leituras)
4 e-livros (11 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/19 12:28)
Rosimeire Leal da Motta Piredda