Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu Sinto Falta

Sinto sua falta, e o tempo ainda não conseguiu mudar isso.

Sinto falta das longas conversas ao telefone madrugada a fora, dos risos que embalavam nossas noites, das histórias contadas, e do aperto no peito todas as vezes que o silêncio pairava nos mostrando que aquilo era mais real do que tudo o que poderíamos viver.

Sinto falta das vezes em que após horas de conversa o sono te venceu, e você ainda com o telefone ao ouvido dormia serenamente. Não perco a conta de quantas vezes eu te disse "boa noite amor", sabendo que você não ouviria, e assim eu tinha coragem de dizer.

Sinto falta até daquele game de perguntas e respostas, das vezes em que deixei você ganhar, só pra ouvir a sua gargalhada do outro lado, me dizendo que você era a melhor; e aliás, continua sendo. (Risos)

Sinto falta daquela flor, que beijei para você, lembra? Mas nunca pude entregar. Sinto falta do momento em que naquela mesma noite você me ligou, e a quilômetros de distância disse VEM, EU TE QUERO AQUI, e além das horas de viagem que nos separava, eu não podia sair de casa, pois da pequena naquela noite eu cuidava.

Sinto falta dos detalhes, todos eles tornaram você especial, única. Sinto falta das vezes em que depois de um longo dia, exposto a stress de todas as formas, o telefone tocava, e a sua doce voz me perguntava: como foram as coisas?

Embora a resposta não fosse no geral diferente, é impossível não sentir falta da forma como me sentia acolhido pelas suas palavras em seguida; sinto falta da forma como você acreditava em meus projetos, da forma como não me deixava desistir de nenhum deles, como faz falta.

Sinto falta daquela música, "Pancadão ou Sertanejo", foi a primeira vez que te vi dançar, ali, rodeada de crianças... Eu estava lá, e não tem lugar no mundo onde eu quisesse estar naquele momento se não ali. Sim eu estava lá, e o seu sorriso feliz, não acreditando que a minha presença era real fez valer a pena todos os minutos que fiquei esperando, escondido, pra que você me visse somente na hora da apresentação.

E por fim... Sinto falta das inúmeras chances que a vida me deu, de estar ao seu lado, e que eu deixei escapar; das vezes em que eu devia ter dito EU TE AMO e que o medo prendeu entre os dentes. Sinto falta de cada detalhe que aprendi a observar em você, detalhes que talvez a vida nunca mais me permita apreciar.

SINTO FALTA DA PESSOA QUE EU PUDE SER ENQUANTO VOCÊ EXISTIA, MESMO QUE DO OUTRO LADO DO TELEFONE.
gperrud
Enviado por gperrud em 15/03/2019
Código do texto: T6598310
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
gperrud
Taboão da Serra - São Paulo - Brasil, 28 anos
5 textos (82 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/03/19 20:41)
gperrud