Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PARA O MANO AKINS KINTÊ

Aquele menino
Meio franzino
Passa na praça
Sem ninguém perceber

Aquele menino
Meio franzino
Quando sobe no palco
Na fala toma de assalto nosso querer

Aquele menino
Meio franzino
Tem ginga no passo
É bamba no asfalto
Tem rima pra cura do nosso sofrer

Aquele menino
Meio franzino
É mestre-sala da palavra
Samba-enredo para o nosso viver

Aquele menino
Meio franzino
É pedra na bota
Briga pela sua cota
Para milenares barreiras do povo romper

Aquele menino
Meio franzino
Tem doce na voz
Buquê de flores radiantes
Para a musa escura que encanta o seu ser

Aquele menino
Meio franzino
Geração quilombola
Enfrenta gaiolas
Me lembra Angola liberta a cantar

Aquele menino
Meio franzino
Tem bala na mente
É poeta combatente
Pronto pra revolucionar

Neste Brasil olho senil
De cordialidade sutil
Em cena de favela cola crack fuzil
Deixe o menino versar!

Página do Akins: http://www.recantodasletras.com.br/autor.php?id=2431

15/12/2006

Oubí Inaê Kibuko
OUBÍ INAÊ KIBUKO
Enviado por OUBÍ INAÊ KIBUKO em 15/12/2006
Reeditado em 16/12/2006
Código do texto: T319156
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
OUBÍ INAÊ KIBUKO
São Paulo - São Paulo - Brasil, 64 anos
106 textos (88349 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/11/19 17:30)
OUBÍ INAÊ KIBUKO