Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Enquanto ela dorme

A estrela me disse, ontem quando se deitou, você sorriu
A lua me contou como você dormiu, envolvida em brancos lençóis e nua.
E a estrela me perguntou, onde estavas?
Eu ? aqui a zelar os sonhos dela, imaginando quantos seriam de encantos a mim
Perguntei a lua porque ela espia bela dama a dormir
A estrela porque vigia tão sublime sonho a me contar
A lua me disse que queria ser como ela, branca e bela, em noites cheias transbordar amor para quem
A luz da estrela viajara milhares de quilômetros e encontrou o conforto e a paz em ver como ela faz quando sorri
Eu disse as duas, a felicidade é uma fração do sorriso de amar sem motivo e dormir na esperança de ver
Eu queria estar no céu com vocês a noite toda, iluminando o quarto com sua luz cheia e ser também uma pequena espiã do seu corpo nu a dormir

A estrela me disse:
- vá até ela

a lua:
-corra que a vida é curta

Haaa meus astros amigos, a vida é conflito, vocês vêem de cima, só o belo que contemplam, eu sou poeta, só escrevo o que me contam, para ela poder ler.
Então a lua chorou, a estrela quase se apagou de tristeza.
Um dia minha lua rainha, minha estrela vigia, vou estar com vocês e contemplar o sorriso dela quando dorme, só então serei livre e feliz para partir
Paulo Acácio Ferreira
Enviado por Paulo Acácio Ferreira em 27/01/2021
Reeditado em 07/02/2021
Código do texto: T7170092
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Paulo Acácio Ferreira
Campinas - São Paulo - Brasil, 45 anos
366 textos (10567 leituras)
23 áudios (936 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/04/21 13:28)
Paulo Acácio Ferreira