Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESMEDIDO AMOR

Voos
sem destinos,
chuvas muitas
além da previsão,
assim seu amor sem medidas.

Falta
que não para
de me entristecer,
e ilimitada faz que
minhas ilusões sejam desfalecidas.

Uma
primavera
que deixou árvore
sem frutos e
flores incapazes de nada perfumar.

Seu amor
fora dos padrões,
até liberais,
deixou de contagiar
e perdeu tamanho, expressão e vida.

Velho
lençol que
pequeno ou
grande, dá igual,
deixou- nos desnudos
num frio que queima as nossas almas.
Angelyto
Enviado por Angelyto em 21/04/2020
Código do texto: T6924404
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Angelyto
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil, 59 anos
231 textos (4191 leituras)
11 áudios (177 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/08/20 08:28)
Angelyto

Site do Escritor