Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PLENITUDE


   O sol cálido não para de derramar
   seus fachos dourados tal fogo intenso,
   que arde no peito, quando sinto te amar
   em noites de gala com lua cheia e incenso.
   
   Na tua insípida ausência, a saudade imensa
   deflagra a pele como um verão dourado,
   que toca nas árvores com volúpia intensa
   intoxicando o dia com mormaço obstinado.

   Esse amor nunca de mim será extinto,
   por vezes, eu tenho com estrelas falado
   nas meditações sensoriais que na alma sinto,
   quando te busco em sonhos e te chamo de amado.

   Na plenitude das tuas juras infinitas
   tornei-me estrela, lua, uma poetisa,
   que ilumina versos com um paixão bendita
   e sob um céu vívido, nossa vida profetisa.
Verdana Verdannis
Enviado por Verdana Verdannis em 31/03/2020
Código do texto: T6902994
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Verdana Verdannis
Fortaleza - Ceará - Brasil
333 textos (57487 leituras)
66 áudios (5072 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/09/20 16:35)
Verdana Verdannis