Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Guerra de corações partidos

No início daquela manhã
Eu consegui ver
A grande tempestade que estava a caminho
Sentia que estávamos vibrando em frequências diferentes
E você já havia se tornado o meu calcanhar de Aquiles
Pois como os Kennedy, nós fomos amaldiçoados pelo destino
Estávamos condenados a nos machucar até o fim
Formando um mosaico de cicatrizes, tendo que constantemente conviver com tais dores
Para quem já havia nos visto embalados por todas aquelas cores vibrantes, aquele fúnebre cinza que andava nos rodeando era algo incoerente
Nós amamos em tons errados
E acabamos por desferir vários socos em ponta de faca
Eu consegui ter o vislumbre, na alvorada
Que as cortinas do espetáculo estavam prestes a se fechar
Que aquela suntuosa tragédia grega iria findar
E estava ali, diante dos meus olhos, o cenário perfeito para a grande batalha
Daquela guerra de corações partidos e cheios de cicatrizes
Onde lutamos uma luta injusta, pois só um de nós portou a todo instante uma arma
Douglas France
Enviado por Douglas France em 14/08/2019
Código do texto: T6719782
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Deve citar a autoria de Douglas França). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Douglas France
Salvador - Bahia - Brasil, 21 anos
3 textos (20 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/10/19 19:56)
Douglas France