Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pegadas de lobo

Pegadas de lobos na neve me orientam. Sinto peso nos pulmões e o medo na carne, queimam. Abro caminho até teu coração aberto, sangrando. O ar selvagem inspira coragem para seguir, mas a geada branca, forte como nunca, apavora meus sentidos. A estrada não passa de um borrão, não vejo em meio a tempestade. Mas seu perfume ainda está comigo. Aquele que ao sentir também beijo seu pescoço, toco tua pele, te encontro confortável nos meus braços.

Uma sombra te afasta dos meus sonhos, amargando o meu doce dia. Me vem o desejo de me enrolar nas tuas mechas. Deitado ao teu lado, mergulhar e nadar no brilho desse teu olhar. Medo. Procuro dentro de mim razões para me manter firme. O medo de não te encontrar transborda. Angústia e tristeza cristalizadas, deixam os teus doces lábios a flamejar com farol através do breu.

Não sei se você é meu destino ou se em sua vaidade o tempo nos uniu. Se te alcancei ou se vivo as ilusões da morte. Mas quando dei voz aos meus desejos, você apareceu encantando os meus pensamentos. Percorrendo minhas cicatrizes com teus dedos, para entrelaçar os nossos caminhos. Vem comigo, abre as feridas que nunca fecham, que nunca curam, até as nossas tramas o destino apontar.
Pedro Henrique Miranda
Enviado por Pedro Henrique Miranda em 29/07/2019
Reeditado em 05/08/2019
Código do texto: T6707247
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Pedro Henrique Miranda
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 31 anos
35 textos (1188 leituras)
1 áudios (33 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/11/19 14:03)
Pedro Henrique Miranda