Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

116

Dediquei amor verdadeiro
Nada tive. Apenas tormento
Dei-me sem pensar, por inteiro
Agora, estou triste; só lamento
Porque não houve a retribuição
Houve somente a chibatada
O golpe ferino da cruel mão
E a palavra terrível, xingada
Aprendi, duramente, esta lição
Doravante, murarei meu coração!

2009
Hélder Sena de Sousa
Enviado por Hélder Sena de Sousa em 16/07/2019
Código do texto: T6696995
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Hélder Sena de Sousa
Campo Belo - Minas Gerais - Brasil, 38 anos
168 textos (793 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/19 02:16)
Hélder Sena de Sousa