Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONETO AMARGO

ó menina, que doçura amarga
tem no âmago este tal de amor.
que, às vezes, a voz embarga
e no frio, faz também sentir calor.

viver a carregar sublime carga
peso de rosa, de botão em flor,
perfume sentido à distância larga,
coração em chama, profundo ardor.

quando tão longe a saudade afaga
em sonho atrevido, até pecador,
desde o velho ao menino, seja quem for,

não estariam livres de tamanha saga
que invade corpos e mentes, e os embriaga
deixando um gosto amargo, amargo amor!
Jonas De Antino
Enviado por Jonas De Antino em 28/09/2017
Código do texto: T6127050
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jonas De Antino
Cajati - São Paulo - Brasil, 53 anos
667 textos (10014 leituras)
5 e-livros (99 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/09/19 09:50)
Jonas De Antino