Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ASSIM TI ESPERO

Ti espero,
como nas manhãs de lua,
como nas tardes sem sol,
como nos domingos sem futebol.

Ti espero,
como árvores nuas,
como jardim sem flor,
como noites frias sem cobertor.

Ti espero,
como o trem que nunca veio,
como esquecer o caminho de casa,
como pássaro voando, sem asa.

Ti espero,
como se nunca tivesse partido,
como as madrugadas sem sereno,
como um paraíso qualquer, terreno.

Ti espero
como quem não quer trabalhar,
como se a noite fosse só descanso
como se a vida fosse um rio manso.

Ti espero
como quem caminha falando sozinho,
como quem anda de vagar,
esperando a morte chegar.

Ti espero
Andando de costas
Contando os passos, miudinho,
Como pássaro perdido, sem ninho!



Jonas De Antino
Enviado por Jonas De Antino em 05/10/2015
Código do texto: T5405371
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jonas De Antino
Cajati - São Paulo - Brasil, 54 anos
670 textos (10102 leituras)
5 e-livros (99 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/11/19 14:47)
Jonas De Antino