Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Boca Calada.

Dentro e do lado de fora
Fico preso e me solto de mim
Sou livre mais não me livro
Desse instinto insano que é você

Mesmo que me ignorando
Ou aguardando por um instante
Essa porta fica distante
Falando onde não ouso
A palavra amor que se torna iluzão

Na noite que não cede essa sede
Aborto tudo no silêncio de cada passo
Que passo em claro no eco do espelho
Transbordando essa escuridão

Posso atravessar a noite
Em olhos cegos e orelhas alertas
Fechados do lado de fora
De coração aberto e boca calada

Mas não posso afirmar que você me quer
Mas também não posso deixar de admitir.
Á alma é barata
Enviado por Á alma é barata em 10/03/2010
Reeditado em 26/06/2010
Código do texto: T2130693

Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Á alma é barata
Suzano - São Paulo - Brasil, 33 anos
162 textos (4953 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/08/20 02:29)
Á alma é barata