Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NÃO MAIS

QUANDO ESSE AMOR
ADORMECER PROFUNDAMENTE
AQUI DENTRO DO
MEU PEITO

E NÃO ME FIZER
MAIS CHORAR
NEM SENTIR
SAUDADE DE VOCÊ

QUANDO EU ME SENTIR
ALEGRE POR ESTAR
LIVRE DESSA DOR
QUE ME DEIXA AFLITA
E ME FAZ SOFRER

QUANDO TUDO ISSO
TIVER PASSADO E
EU VOLTAR
A SORRIR DE VERDADE

NÃO VOU MAIS
QUERER AMAR
NUNCA MAIS

NUNCA MAIS
VOU ABRIR ESTE
MEU CORAÇÃO CANSADO
DE LUTAR

QUANDO ESSE AMOR
CALAR A SUA VOZ
EM MINHA ALMA
NÃO VOU MAIS
QUERER SONHAR
COM ALGO
QUE É INALCANSÁVEL
PRA MIM

NÃO VOU QUERER
AMAR NINGUÉM
E TÃO POUCO SER
AMADA POR ALGUÉM

QUANDO ESSA
ANGÚSTIA
QUE ME TORTURA
SE TORNAR APENAS
UMA TRISTE
LEMBRANÇA DE
UM TEMPO DE DOR
INENARRÁVEL VOU
FAZER QUESTÃO
DE AFASTÁ-LA
DA MINHA MENTE

QUANDO EU NAO
MAIS SENTIR VONTADE
DE TER VOCÊ PRA
MIM E COMIGO
VOU DIZER A MIM MESMA:
"ESQUEÇA!!!"

ENTÃO VOU PODER
ENFIM, SEGUIR
A MINHA VIDA
DE ONDE EU PAREI
QUANDO VOCÊ
ENTROU NELA

VOU PODER SAIR
POR AÍ SEM TE
PROCURAR EM TODOS
OS LUGARES E ROSTOS

QUANDO VOCÊ NÃO
ESTIVER MAIS
TATUADO EM MINHA ALMA
EU SEI QUE O
VAZIO DESSA AUSÊNCIA
VAI ME DOER MUITO

MAS, EU VOU PODER,
FINALMENTE, REENCONTRAR
A PAZ QUE EU
PERDI NO DIA
EM QUE EU, INGENUAMENTE,
ATENDI AO TEU
PEDIDO DE ABRIR-TE
MEU CORAÇÃO

E VOU FECHAR ESSE
CORAÇÃO QUE VOCÊ
SÓ MACHUCOU E
AMARGUROU A
PONTO DE DEIXÁ-LO
CHEIO DE REVOLTA

CERTAMENTE QUE
JAMAIS VOLTAREI
A SER O QUE EU
ERA ANTES
POSTO QUE,
AÍ, JÁ SEREI E ESTAREI
MADURA O SUFICIENTE
PARA NÃO MAIS
ACREDITAR EM
BELAS PALAVRAS DITAS
COM INCONSEQUÊNCIA
E IRRESPONSABILIDADE

NUNCA MAIS ABRIREI
MEU CORAÇÃO
PORQUE EM SEU LUGAR
TUDO QUE EXISTE
É UMA ENORME FERIDA
QUE SANGRA
E QUE ME LEMBBRA
A TODO INSTANTE
QUE O AMOR
NÃO FOI FEITO
PRA MIM

O SILÊNCIO FALARÁ
POR MIM
A SOLIDÃO SERÁ MINHA
FIEL COMPANHEIRA
COMO TEM SIDO

O AMOR SERÁ
APENAS A PROVA
DA MINHA DOR

OS SONHOS, QUE
JÁ NÃO EXISTEM
ESTARÃO PARA
SEMPRE ENTERRADOS
EM MEU ESPÍRITO
EMBRUTECIDO PELAS
TANTAS VEZES
QUE TEVE QUE
JUNTAR OS MEUS
PEDAÇOS

E EU SEREI SÓ
E SOMENTE SÓ
ZAIR BATALHA
AQUELA QUE NÃO
NASCEU PARA O AMOR
E O QUE O AMOR
DEIXOU ESQUECIDA
EM UM CANTO
QUALQUER DA VIDA

ZAIR BATALHA
21/08/08




ZAIR BATALHA FERNANDES
Enviado por ZAIR BATALHA FERNANDES em 23/08/2008
Código do texto: T1142580
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ZAIR BATALHA FERNANDES
Ceilândia - Distrito Federal - Brasil, 55 anos
43 textos (2869 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/10/19 19:51)
ZAIR BATALHA FERNANDES