Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O HOMEM QUE EU AMO

O homem que eu amo
disso não sabe.
Não sabe que o amo
mesmo que eu diga.
Meu amor não cabe,
este amor que eu amo 
o entorpece, emudece,
intriga.
O homem que eu amo
não sabe que para tanto
rasguei as roupas,
lanhei a pele, sangrei,
joguei farpas, comprei briga.
Mas o homem que eu amo
não o sabe, mesmo que o diga.
Não sabe porque mesmo eu
para sabê-lo, botei no lixo
tudo que antes sabia,
de amor-propriedade,
amor-ego, covardia.
Para amar o homem que eu amo
foi preciso mandá-lo embora,
estar a seu lado, jogando fora 
o amor velho de um dia.
Mas o homem que eu amo volta.
Ainda não sabe, mas volta-
Qualquer dia

www.deboradenadai.prosaeverso.net.
Débora Denadai
Enviado por Débora Denadai em 23/07/2008
Código do texto: T1094354

Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Débora Denadai
Georgetown - Demerara-Mahaica - Guiana, 57 anos
722 textos (171667 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/08/20 02:46)
Débora Denadai

Site do Escritor