Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cara amiga

Minha cara amiga
Mande notícias por favor
Já não me recordo
Da tua pele ou da tua cor
Escreva uma carta
E queira-me até telefonar
Sabe poder ser
Quem sabe um simples olhar
Me mande um postal
Das montanhas ou  do mar

Minha cara amiga
Como andas aí no  paraíso
Andas nas rodas
De samba ou as da ciranda
Nos shows rock roll
Onde estais?  está chovendo
Ou fazendo sol?

Minha cara amiga
São tantas coisas que quero
Aliás preciso falar
Está tão estranho o girassol
Falta algo nas canções
Quem sabe seja um si bemol
Ou um tom abaixo

Minha cara amiga
É melhor esperar você voltar
Tá perigoso escrever
Ler,  pensar,  fumar e até falar
Então é melhor quando
Você puder vim aqui conversar
Assim poderei dizer
As coisas que aconteceram
Que se passou
Dos dias que nem amanheceram
Do pão,  do vinho
Tudo aquilo que até o diabo
Não mais amassou

Minha cara amiga
Ainda ando de pés descalços
Nas favelas,  rios,
Ferindo meus pés nos espinhos
Nas picadas de serpentes
Das coisas terríveis,  nos matos
É mesmo ferido
Vivo ansioso,  por sua volta
Até esse dia chegar
E  aquele abraço
Luis Alladin
Enviado por Luis Alladin em 18/08/2019
Código do texto: T6723438
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Luis Alladin
Gravatá - Pernambuco - Brasil, 25 anos
76 textos (1592 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/09/19 23:48)
Luis Alladin