Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vento Glacial & + interação com o mestre, Jacó Filho.

                 
                   Vento glacial movendo-se de outros cosmos
                  Transbordante é o mistério de outros impérios
                      Extrai da mente a ilusão que se retrai
                   Procurando o calor de um puro, eterno amor.

                       Na lúcida paixão da minha poesia
                   Invade repentinamente o dourado da pena
                   Que escreve em metáforas e mundo afora
                     Busca maravilhas sem tombar na ironia.

                Desliza nas nuvens, desprende-se o orvalho
                    E no milagre suntuoso de um novo dia
                  Rosas respingadas, embriagadas em torpor
               Trêmulas, esperam o beijo, do pássaro acolhedor.

               Esfria os sentimentos exacerbados e quentes
                  Indulgente não será a frieza impertinente
                 Na nova estação, herança perene do universo
            Explode o tempo em flores, restaurando os desamores.
           

                Interação magnífica do poeta, mestre, Jacó Filho.
    Mestre Jacó, agradeço sua interação, que me deixa muito honrada.

                               A canção do vento

                     Assovia em meu teto e diz que ele virá,
                     Buscar meu afeto como eu tanto queria,
                     Escuto doce poema, na voz da ventania...
                     Resgatando memórias que amo guardar...

                     De férias no campo, inicia a primavera,
                     Brotando com flores nosso sentimento...
                     Fizemos planos e a pedi em casamento...
                     Chamava-me meu leão, a linda pantera...

                     Ao voltar a dormir o sonho inevitável,
                     Traz a minha cama, a mulher que amei...
                     Refaz as promessas que um dia escutei

                     E o vento glacial vem de forma notável,
                     Mantendo um sono que jamais acordei...
                     O sonho foi real, como? Ainda não sei...

                                       ( Reedição)

   Para o texto: Vento glacial  (T6554980)  & + interação com o mestre,
   Jacó Filho.
Verdana Verdannis
Enviado por Verdana Verdannis em 19/01/2019
Reeditado em 22/05/2019
Código do texto: T6554980
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Verdana Verdannis
Fortaleza - Ceará - Brasil
323 textos (26245 leituras)
47 áudios (2344 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/09/19 05:14)
Verdana Verdannis