Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ao amigo, despedida.

Ei!
Para de chorar.
Não sabes tu, que tenho hora pra chegar.

Ou!
Calma!
Tua pressa de nada apazigua a tua alma.

Vai!
Enxuga teu rosto.
Senta- te um pouco, descida não chorar de novo.

Espera!
Não seja melancólico.
Haverá  nunca, só alegria, só tristeza a tua volta!

Psiu!
Ainda não fui!
Teu tempo, meu tempo,  nosso flui.

Perdoa!
Não levar-te tu comigo.
Então, fica ai, guarda consigo o meu carinho!

Amigo!
Melhor amigo!
Meu cachorrinho.




.
Paulo Alcides
Enviado por Paulo Alcides em 29/06/2020
Reeditado em 22/08/2020
Código do texto: T6990906
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Paulo Alcides
Fortaleza - Ceará - Brasil, 28 anos
87 textos (1486 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/09/20 16:52)