Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um lenço (que não era meu)

Solto o lenço ao vento
Para que seja livre
Do meu apertado bolso
Deixo que ele voe leve
Sem que se contamine
Mais de mim
Solto e me desapego
Porque ele livre
Estarei também livre
de vê-lo preso aqui
Espero que cruze vales,
rios e montanhas
Para que possa estar
Onde não haja ventania,
Nem redemoinhos,
Nem outros ventos
Que o façam se lembrar
Que um dia esteve
Entre minhas mãos, enfim
Cláudia Machado
Enviado por Cláudia Machado em 23/06/2020
Reeditado em 23/06/2020
Código do texto: T6985314
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Cláudia Machado
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
773 textos (24256 leituras)
60 áudios (3040 audições)
1 e-livros (23 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/08/20 02:34)