Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Estações

Eu hoje estou aqui
Amanhã já não sei
Assim funciona a vida
Essa é a velha lei

Meus amigos e inimigos
Um dia me esquecerão
São como trens viajantes
E eu sou uma estação

Nada dura para sempre
E os trens têm que partir
Partem uns, chegam outros
E o tempo continua a rugir

Eu os guardo e os reparo
Existo por alguns momentos
Trocamos os passageiros
Passageiros são sentimentos

Os trens se renovam
À estação cabem as reformas
Com o tempo estradas novas
Esquecem velhas plataformas

Um dia era palácio
Moderno coliseu
Dia seguinte está velho
Obra passada de museu

Não há ira pelo destino
As estações têm que viver
Alguém tem que descansar
Os trens que vão correr

Eu sou uma velha estação
Um antigo lugar comum
Hoje eu estou aqui
Amanhã em lugar nenhum
João Victor Zibetti
Enviado por João Victor Zibetti em 19/08/2019
Código do texto: T6724133
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Victor Zibetti
Rio das Ostras - Rio de Janeiro - Brasil, 22 anos
439 textos (7343 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/09/19 19:31)
João Victor Zibetti