Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ARROGANTE

Quanta arrogância
Ela tem comigo.
Não curte, nem
Comenta e tão
Pouco compartilha
O que eu posto no face.
Mas vou agora falar:
O que acontece!
É porquê ela ainda
Não se esqueceu
Que seu grande amor
Fui eu...!
E hoje isso inibe,
Talvez uma forma
De protestar.
Contudo, não se lembra
Que outrora esteve
Em meus braços
E como ninguém;
Sorrindo, feliz e me beijando
E com gestos sutis, me acariciando
E não fui eu, que tomei a iniciativa:
( Ela me roubara um beijo.)
Chamando - me de meu amor...
E correndo saiu me dando
Tchau...pra não perder a condução.
Enfim, namorei esta flor
Que hoje tanto me evita
E que um dia me fez uma declaração:
Chamando - me de AMOR!

Humberto Jose Faustino
Humberto José Faustino
Enviado por Humberto José Faustino em 12/06/2018
Código do texto: T6362249
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Humberto José Faustino
Araripina - Pernambuco - Brasil
33 textos (527 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/09/20 01:04)