Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


MINHA TEMPESTADE

 
O céu mudou-se...
Tempestade e trevas porvir...
São surpreendentemente fortes,
mas apesar de tudo sedutoras.
Por isso corro à janela para ver
seu poderio tragando a atmosfera...
Gosto de perder nessa paisagem cinza
meus olhos sombrios de mulher!
É porque sou poetisa
e a poesia às vezes se esconde nas trevas.
É lá que ela encontra sua linguagem;
as rimas veem junto com a tempestade
e o trovão é só um eco delas;
um apelo que ressoa por entre os rochedos
da natureza e da alma...
A chuva desce nesse violento encantamento...
A quem se destina meus devaneios nesse verão
senão à tempestade ?
Ela é uma parte de mim nessa noite escura
quando é impelida sobre a terra.
Agita-se assim a emoção do infinito,
tão sentida!...
E só então eu sei que estou menos sozinha
neste abandono...
 
 

Interação do querido amigo Jacó Filho
 
 
Sou parte da tempestade,
Mas pela paz, sou o olho..
No vasto poder me recolho,
Pra expandir a realidade...
Nas bordas sopram vaidades,
E derramam da vida, o molho...
Mas puxo do céu, o ferrolho,
Pra habitarmos a eternidade...
 

Obrigada caro amigo pela linda interação. Valeu...

 
 ( Imagem : google)
 
Sonia de Fátima Machado Silva e Jacó filho
Enviado por Sonia de Fátima Machado Silva em 05/03/2015
Reeditado em 09/03/2015
Código do texto: T5158895
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Sonia de Fátima Machado Silva
Coromandel - Minas Gerais - Brasil, 57 anos
1340 textos (58301 leituras)
13 áudios (689 audições)
2 e-livros (150 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/04/21 06:25)
Sonia de Fátima Machado Silva

Site do Escritor